quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Filme mais caro do cinema, Avatar reúne boa história e alta tecnologia

Doris Miranda | Redação CORREIO

O cineasta canadense James Cameron, 55 anos, poderia ter parado após Titanic (1997), se quisesse. Não só pela glória de ter a maior bilheteria de todos os tempos, com US$1,8 bilhão arrecadados mundialmente. Mas também porque construiu uma obra forte, atemporal e que conquistou 11 Oscars. James Cameron, porém, é um viciado em trabalho, um artista fascinado pela possibilidade de inovar. Passados 12 anos desde o drama estrelado por Leonardo Di Caprio e Kate Winslet, ele retorna com Avatar, que tem estreia mundial nesta sexta-feira (18).

Veja o trailer do filme mais caro do cinema

No Brasil, são 500 cópias - dubladas e legendadas - em 35mm, mais 110 em 3-D e duasemImax. Nesta quinta-feira (17), em Salvador e em Feira de Santana, haverá pré-estreia em todas as salas, exceto no circuito Saladearte. Um arrasa-quarteirão que chega com a promessa de ser o filme da década. Principalmente no quesito tecnológico, aspecto tratado pelo diretor com muito mais esmero do que qualquer outro colega.

O último grande cineasta na mistura de computação gráfica com atuação real tinha sido Peter Jackson com a trilogia O senhor dos anéis. Cameron foi além, num grau que não se podia imaginar. Nem ele mesmo. A ideia de Avatar lhe surgiu em 1995, mas foi para a gaveta por se tratar do irrealizável. Dez anos depois, ele percebeu que a Weta (empresa de Peter Jackson) já tinha mecanismos para criar uma câmera 3-D estereoscópico que conseguisse capturar com perfeição movimentos reais e transformá- los em animação tão bem feita que o público não fosse capaz de distinguir a realidade da fantasia. "Não é um filme animado, as atuações são capturadas. Não é preciso somente a movimentação dos atores, há também a emoção de alguém", explica o diretor de Aliens, o Resgate (1986), O segredo do abismo (1989) e O exterminador do futuro 2 (1991).

que não se podia imaginar. Nem ele mesmo. A ideia de Avatar lhe surgiu em 1995, mas foi para a gaveta por se tratar do irrealizável. Dez anos depois, ele percebeu que a Weta (empresa de Peter Jackson) já tinha mecanismos para criar uma câmera 3-D estereoscópico que conseguisse capturar com perfeição movimentos reais e transformá- los em animação tão bem feita que o público não fosse capaz de distinguir a realidade da fantasia. "Não é um filme animado, as atuações são capturadas. Não é preciso somente a movimentação dos atores, há também a emoção de alguém", explica o diretor de Aliens, o Resgate (1986), O segredo do abismo (1989) e O exterminador do futuro 2 (1991).

Seu grande trunfo, além de todo o aparato inédito, é mesmo a câmera especial colocada no rosto do elenco. É por ela que vemos a atuação consistente do australiano Sam Worthington (O exterminador do futuro: A salvação) por baixo do híbrido de humano com o povo Na'Vi, gigantes azuis de três metros que habitam o planeta Pandora. "Agora sei que podemos tirar dos atores suas lindas atuações e preservá-las em personagens criados por computador", explica James Cameron, que também vai lançar Avatar em versão game.

Ecológico
A trama acompanha a rotina de uma base militar em Pandora, cujo clima é letal para humanos, que, apesar disso, querem extrair as reservas biológicas do local. Para isso, desenvolvem um experimento que mistura o código genético humano ao dos extraterrestres num corpo híbrido, o tal avatar.

Jake Sully (Worthington) é um fuzileiro naval que ficou paraplégico em serviço e que, ao perder o irmão e a esperança, se alista no programa de avatares, chefiado pela médica Grace Augustine (Sigourney Weaver). Com a consciência relocada num corpo supercapacitado, Jake vai funcionar como ponte entre os Na'Vi e os humanos. Mas, uma vez  Na'Vi, ele não consegue resistir ao código de ética daquele povo, que luta para preservar sua biodiversidade, a ponto de considerá-la sagrada.

Pelos olhos de Sully, o espectador vai caindo de amores pelas florestas luxuriantes, dotadas de um colorido quase lisérgico, pelas criaturas só vistas em filmes de aventura e pela força da princesa Neytiti (Zoe Saldaña), com quem ele se envolve.

Mergulhador fanático, militante da harmonia e das causas verdes, embora tenha também fama de chefe tirano, Cameron construiu seu próprio manifesto em favor da preservação do meio ambiente. "Sou um filho dos anos 1960, há uma parte de mim que quer pôr uma margarida em cada cano de arma. Acredito na paz através de superioridade militar mas, por outro lado, abomino o abuso de poder e o imperialismo repulsivo disfarçado de patriotismo", justifica.

imaginar. Nem ele mesmo. A ideia de Avatar lhe surgiu em 1995, mas foi para a gaveta por se tratar do irrealizável. Dez anos depois, ele percebeu que a Weta (empresa de Peter Jackson) já tinha mecanismos para criar uma câmera 3-D estereoscópico que conseguisse capturar com perfeição movimentos reais e transformá- los em animação tão bem feita que o público não fosse capaz de distinguir a realidade da fantasia. "Não é um filme animado, as atuações são capturadas. Não é preciso somente a movimentação dos atores, há também a emoção de alguém", explica o diretor de Aliens, o Resgate (1986), O segredo do abismo (1989) e O exterminador do futuro 2 (1991).

Seu grande trunfo, além de todo o aparato inédito, é mesmo a câmera especial colocada no rosto do elenco. É por ela que vemos a atuação consistente do australiano Sam Worthington (O exterminador do futuro: A salvação) por baixo do híbrido de humano com o povo Na'Vi, gigantes azuis de três metros que habitam o planeta Pandora. "Agora sei que podemos tirar dos atores suas lindas atuações e preservá-las em personagens criados por computador", explica James Cameron, que também vai lançar Avatar em versão game.

Ecológico
A trama acompanha a rotina de uma base militar em Pandora, cujo clima é letal para humanos, que, apesar disso, querem extrair as reservas biológicas do local. Para isso, desenvolvem um experimento que mistura o código genético humano ao dos extraterrestres num corpo híbrido, o tal avatar.

Jake Sully (Worthington) é um fuzileiro naval que ficou paraplégico em serviço e que, ao perder o irmão e a esperança, se alista no programa de avatares, chefiado pela médica Grace Augustine (Sigourney Weaver). Com a consciência relocada num corpo supercapacitado, Jake vai funcionar como ponte entre os Na'Vi e os humanos. Mas, uma vez  Na'Vi, ele não consegue resistir ao código de ética daquele povo, que luta para preservar sua biodiversidade, a ponto de considerá-la sagrada.

Pelos olhos de Sully, o espectador vai caindo de amores pelas florestas luxuriantes, dotadas de um colorido quase lisérgico, pelas criaturas só vistas em filmes de aventura e pela força da princesa Neytiti (Zoe Saldaña), com quem ele se envolve.

Mergulhador fanático, militante da harmonia e das causas verdes, embora tenha também fama de chefe tirano, Cameron construiu seu próprio manifesto em favor da preservação do meio ambiente. "Sou um filho dos anos 1960, há uma parte de mim que quer pôr uma margarida em cada cano de arma. Acredito na paz através de superioridade militar mas, por outro lado, abomino o abuso de poder e o imperialismo repulsivo disfarçado de patriotismo", justifica.

Grana alta
Avatar, que acaba de receber duas indicações ao Globo de Ouro (filme e diretor), já chega às telas com um recorde: é o filme mais caro da história do cinema. Oficialmente, são US$237 milhões. Mas, segundo informações do jornal Los Angeles Times, a quantia pula para US$310 milhões, dinheirama utilizada somente para a produção. Ao somar o investimento em divulgação e marketing, o orçamento geral entra na casa dos US$500 milhões. É muito dinheiro, de fato.

Mas Cameron certamente utilizou seu prestígio para consegui-lo. Afinal, foi o primeiro diretor a gastar mais de US$100 milhões em um filme, com O exterminador do futuro 2, que exibia maravilhosos efeitos especiais em 1991. Foi também pioneiro em estourar um orçamento de US$200 milhões com Titanic, cujo retorno ainda não foi superado até hoje. Como na época ninguém sabia disso, reza a lenda que ele teve que mandar às favas meia dúzia de executivos por duvidar de seu trabalho. Ainda assim, o filme só saiu por que o diretor abriu mão de seu salário.

Continuação
Muitos gritos também devem ter ouvido seus funcionários, já que é histórico o mau gênio do diretor. Se contar somente os dois anos que passaram sincronizando as expressões dos atores com a dos personagens de animação, dá para se ter uma ideia. "Esse sempre foi meu maior objetivo, ver os atores por trás da animação, por isso trabalhamos tanto", resume ele, que não descarta continuação para Avatar.

"Gastamos milhões de dólares e muito tempo desenvolvendo não apenas o processo, mas todo o universo apresentado. Faz sentido pensar no filme como sendo o potencial início de uma saga. Já visualizei isso, mas ainda não escrevi os roteiros. Desde o início, era essa a intenção: criar as bases para um mundo permanente", diz.

Talvez, o público tenha que esperar um pouco até uma sequência. Cameron já está envolvido com Battle Angel, adaptação do mangá de Yukito Kishiro. Depois, quer refilmar Viagem fantástica, estrelado em 1966 por Rachel Welch. O bom é que ele sabe que agora nada lhe é impossível.

se podia imaginar. Nem ele mesmo. A ideia de Avatar lhe surgiu em 1995, mas foi para a gaveta por se tratar do irrealizável. Dez anos depois, ele percebeu que a Weta (empresa de Peter Jackson) já tinha mecanismos para criar uma câmera 3-D estereoscópico que conseguisse capturar com perfeição movimentos reais e transformá- los em animação tão bem feita que o público não fosse capaz de distinguir a realidade da fantasia. "Não é um filme animado, as atuações são capturadas. Não é preciso somente a movimentação dos atores, há também a emoção de alguém", explica o diretor de Aliens, o Resgate (1986), O segredo do abismo (1989) e O exterminador do futuro 2 (1991).

Seu grande trunfo, além de todo o aparato inédito, é mesmo a câmera especial colocada no rosto do elenco. É por ela que vemos a atuação consistente do australiano Sam Worthington (O exterminador do futuro: A salvação) por baixo do híbrido de humano com o povo Na'Vi, gigantes azuis de três metros que habitam o planeta Pandora. "Agora sei que podemos tirar dos atores suas lindas atuações e preservá-las em personagens criados por computador", explica James Cameron, que também vai lançar Avatar em versão game.

Ecológico
A trama acompanha a rotina de uma base militar em Pandora, cujo clima é letal para humanos, que, apesar disso, querem extrair as reservas biológicas do local. Para isso, desenvolvem um experimento que mistura o código genético humano ao dos extraterrestres num corpo híbrido, o tal avatar.

Jake Sully (Worthington) é um fuzileiro naval que ficou paraplégico em serviço e que, ao perder o irmão e a esperança, se alista no programa de avatares, chefiado pela médica Grace Augustine (Sigourney Weaver). Com a consciência relocada num corpo supercapacitado, Jake vai funcionar como ponte entre os Na'Vi e os humanos. Mas, uma vez  Na'Vi, ele não consegue resistir ao código de ética daquele povo, que luta para preservar sua biodiversidade, a ponto de considerá-la sagrada.

Pelos olhos de Sully, o espectador vai caindo de amores pelas florestas luxuriantes, dotadas de um colorido quase lisérgico, pelas criaturas só vistas em filmes de aventura e pela força da princesa Neytiti (Zoe Saldaña), com quem ele se envolve.

Mergulhador fanático, militante da harmonia e das causas verdes, embora tenha também fama de chefe tirano, Cameron construiu seu próprio manifesto em favor da preservação do meio ambiente. "Sou um filho dos anos 1960, há uma parte de mim que quer pôr uma margarida em cada cano de arma. Acredito na paz através de superioridade militar mas, por outro lado, abomino o abuso de poder e o imperialismo repulsivo disfarçado de patriotismo", justifica.

Grana alta
Avatar, que acaba de receber duas indicações ao Globo de Ouro (filme e diretor), já chega às telas com um recorde: é o filme mais caro da história do cinema. Oficialmente, são US$237 milhões. Mas, segundo informações do jornal Los Angeles Times, a quantia pula para US$310 milhões, dinheirama utilizada somente para a produção. Ao somar o investimento em divulgação e marketing, o orçamento geral entra na casa dos US$500 milhões. É muito dinheiro, de fato.

Mas Cameron certamente utilizou seu prestígio para consegui-lo. Afinal, foi o primeiro diretor a gastar mais de US$100 milhões em um filme, com O exterminador do futuro 2, que exibia maravilhosos efeitos especiais em 1991. Foi também pioneiro em estourar um orçamento de US$200 milhões com Titanic, cujo retorno ainda não foi superado até hoje. Como na época ninguém sabia disso, reza a lenda que ele teve que mandar às favas meia dúzia de executivos por duvidar de seu trabalho. Ainda assim, o filme só saiu por que o diretor abriu mão de seu salário.

Continuação
Muitos gritos também devem ter ouvido seus funcionários, já que é histórico o mau gênio do diretor. Se contar somente os dois anos que passaram sincronizando as expressões dos atores com a dos personagens de animação, dá para se ter uma ideia. "Esse sempre foi meu maior objetivo, ver os atores por trás da animação, por isso trabalhamos tanto", resume ele, que não descarta continuação para Avatar.

"Gastamos milhões de dólares e muito tempo desenvolvendo não apenas o processo, mas todo o universo apresentado. Faz sentido pensar no filme como sendo o potencial início de uma saga. Já visualizei isso, mas ainda não escrevi os roteiros. Desde o início, era essa a intenção: criar as bases para um mundo permanente", diz.

Talvez, o público tenha que esperar um pouco até uma sequência. Cameron já está envolvido com Battle Angel, adaptação do mangá de Yukito Kishiro. Depois, quer refilmar Viagem fantástica, estrelado em 1966 por Rachel Welch. O bom é que ele sabe que agora nada lhe é impossível.

A história do filme é poderosa
Não há como negar: Avatar já nasce como um clássico. E muito maior do que Titanic, uma das mais bem realizadas produções de Hollywood. Sim, há, claro, os efeitos especiais sensacionais que, assim como em Matrix (1999), deverão dar uma nova guinada na indústria do cinema. Mas não é só isso que conta para que Avatar entre definitivamente no rol das grandes obras. Há magia transbordando nas entrelinhas, uma história bem contada e um cuidado tão grande com a realização que fica difícil o espectador não se envolver de maneira integral - sendo a exibiçãoem 3-D ou não.

Apesar do texto simples e dos padrões comuns a outras obras de Cameron (mocinhas fortes, pessoas de caráter duvidoso em relação ao seu meio e um romance açucarado), o filme possui também uma mensagem ecológica poderosa, apresentada em primeiro plano, sem firulas narrativas e ainda assim muito eficiente.

Há momentos de profunda beleza, como o primeiro voo de Jake e Neytiri, marco no processo de (auto) conhecimento de ambos.Muitos pontos também para as atuações de Sam Worthington e Zoe Saldaña, atores que deverão tornar-se bem mais conhecidos a partir de agora.

anéis. Cameron foi além, num grau que não se podia imaginar. Nem ele mesmo. A ideia de Avatar lhe surgiu em 1995, mas foi para a gaveta por se tratar do irrealizável. Dez anos depois, ele percebeu que a Weta (empresa de Peter Jackson) já tinha mecanismos para criar uma câmera 3-D estereoscópico que conseguisse capturar com perfeição movimentos reais e transformá- los em animação tão bem feita que o público não fosse capaz de distinguir a realidade da fantasia. "Não é um filme animado, as atuações são capturadas. Não é preciso somente a movimentação dos atores, há também a emoção de alguém", explica o diretor de Aliens, o Resgate (1986), O segredo do abismo (1989) e O exterminador do futuro 2 (1991).

Seu grande trunfo, além de todo o aparato inédito, é mesmo a câmera especial colocada no rosto do elenco. É por ela que vemos a atuação consistente do australiano Sam Worthington (O exterminador do futuro: A salvação) por baixo do híbrido de humano com o povo Na'Vi, gigantes azuis de três metros que habitam o planeta Pandora. "Agora sei que podemos tirar dos atores suas lindas atuações e preservá-las em personagens criados por computador", explica James Cameron, que também vai lançar Avatar em versão game.

Ecológico
A trama acompanha a rotina de uma base militar em Pandora, cujo clima é letal para humanos, que, apesar disso, querem extrair as reservas biológicas do local. Para isso, desenvolvem um experimento que mistura o código genético humano ao dos extraterrestres num corpo híbrido, o tal avatar.

Jake Sully (Worthington) é um fuzileiro naval que ficou paraplégico em serviço e que, ao perder o irmão e a esperança, se alista no programa de avatares, chefiado pela médica Grace Augustine (Sigourney Weaver). Com a consciência relocada num corpo supercapacitado, Jake vai funcionar como ponte entre os Na'Vi e os humanos. Mas, uma vez  Na'Vi, ele não consegue resistir ao código de ética daquele povo, que luta para preservar sua biodiversidade, a ponto de considerá-la sagrada.

Pelos olhos de Sully, o espectador vai caindo de amores pelas florestas luxuriantes, dotadas de um colorido quase lisérgico, pelas criaturas só vistas em filmes de aventura e pela força da princesa Neytiti (Zoe Saldaña), com quem ele se envolve.

Mergulhador fanático, militante da harmonia e das causas verdes, embora tenha também fama de chefe tirano, Cameron construiu seu próprio manifesto em favor da preservação do meio ambiente. "Sou um filho dos anos 1960, há uma parte de mim que quer pôr uma margarida em cada cano de arma. Acredito na paz através de superioridade militar mas, por outro lado, abomino o abuso de poder e o imperialismo repulsivo disfarçado de patriotismo", justifica.

Grana alta
Avatar, que acaba de receber duas indicações ao Globo de Ouro (filme e diretor), já chega às telas com um recorde: é o filme mais caro da história do cinema. Oficialmente, são US$237 milhões. Mas, segundo informações do jornal Los Angeles Times, a quantia pula para US$310 milhões, dinheirama utilizada somente para a produção. Ao somar o investimento em divulgação e marketing, o orçamento geral entra na casa dos US$500 milhões. É muito dinheiro, de fato.

Mas Cameron certamente utilizou seu prestígio para consegui-lo. Afinal, foi o primeiro diretor a gastar mais de US$100 milhões em um filme, com O exterminador do futuro 2, que exibia maravilhosos efeitos especiais em 1991. Foi também pioneiro em estourar um orçamento de US$200 milhões com Titanic, cujo retorno ainda não foi superado até hoje. Como na época ninguém sabia disso, reza a lenda que ele teve que mandar às favas meia dúzia de executivos por duvidar de seu trabalho. Ainda assim, o filme só saiu por que o diretor abriu mão de seu salário.

Continuação
Muitos gritos também devem ter ouvido seus funcionários, já que é histórico o mau gênio do diretor. Se contar somente os dois anos que passaram sincronizando as expressões dos atores com a dos personagens de animação, dá para se ter uma ideia. "Esse sempre foi meu maior objetivo, ver os atores por trás da animação, por isso trabalhamos tanto", resume ele, que não descarta continuação para Avatar.

"Gastamos milhões de dólares e muito tempo desenvolvendo não apenas o processo, mas todo o universo apresentado. Faz sentido pensar no filme como sendo o potencial início de uma saga. Já visualizei isso, mas ainda não escrevi os roteiros. Desde o início, era essa a intenção: criar as bases para um mundo permanente", diz.

Talvez, o público tenha que esperar um pouco até uma sequência. Cameron já está envolvido com Battle Angel, adaptação do mangá de Yukito Kishiro. Depois, quer refilmar Viagem fantástica, estrelado em 1966 por Rachel Welch. O bom é que ele sabe que agora nada lhe é impossível.

A história do filme é poderosa
Não há como negar: Avatar já nasce como um clássico. E muito maior do que Titanic, uma das mais bem realizadas produções de Hollywood. Sim, há, claro, os efeitos especiais sensacionais que, assim como em Matrix (1999), deverão dar uma nova guinada na indústria do cinema. Mas não é só isso que conta para que Avatar entre definitivamente no rol das grandes obras. Há magia transbordando nas entrelinhas, uma história bem contada e um cuidado tão grande com a realização que fica difícil o espectador não se envolver de maneira integral - sendo a exibiçãoem 3-D ou não.

Apesar do texto simples e dos padrões comuns a outras obras de Cameron (mocinhas fortes, pessoas de caráter duvidoso em relação ao seu meio e um romance açucarado), o filme possui também uma mensagem ecológica poderosa, apresentada em primeiro plano, sem firulas narrativas e ainda assim muito eficiente.

Há momentos de profunda beleza, como o primeiro voo de Jake e Neytiri, marco no processo de (auto) conhecimento de ambos.Muitos pontos também para as atuações de Sam Worthington e Zoe Saldaña, atores que deverão tornar-se bem mais conhecidos a partir de agora.

Filmes mais caros
1 Avatar
(James Cameron/2009)
US$310 milhões

2 Piratas do Caribe - No fim do mundo (Gore Verbinski/2007) 
US$300 milhões

3 Homem Aranha 3 (Sam Raimi/2007)
US$258 milhões

4 Harry Potter e o Enigma do Príncipe (David Yates/2009)
US$250 milhões

5 Titanic (James Cameron/1997)
US$247 milhões

6 Waterworld - O segredo das águas (Kevin Reynolds/1995)
US$238 milhões

7 As crônicas de Nárnia: O príncipe Caspian (Andrew Adamson/2008) US$225 milhões

8 Piratas do Caribe: O baú da morte (Gore Verbinski/2006)
US$225 milhões

9 O exterminador do futuro 3 - A rebelião das máquinas
US$216 milhões

10 X-Men: O confronto final (Brett Ratner/2006)
US$210 milhões

FONTE: Internet Movie Database (IMDb), Wikipedia, Terra Cinema e Cinefilóides (cinefiloides.blogspot. com)

Filmes de maior bilheteria
1 Titanic
(James Cameron/1997)
US$1,835 bilhão

2 O senhor dos anéis: O retorno do rei (Peter Jackson/2003)
US$1,129 bilhão

3 Piratas do Caribe: O baú da morte (Gore Verbinski/2006)
US$1,060 bilhão

4 Batman - O Cavaleiro das Trevas (Christopher Nolan/2008)
US$1,001 bilhão

5 Harry Potter e a pedra filosofal (Chris Columbus/2001)
US$968 milhões

6 Piratas do Caribe: No fim do mundo (Gore Verbinski/2007)
US$958 milhões

7 Harry Potter e a Ordem da Fênix (David Yates/2007)
US$937 milhões

8 Harry Potter e o enigma do príncipe (David Yates/2009)
US$925 milhões

9 Star Wars: Episódio 1 - A ameaça fantasma (George Lucas/1999) 
US$922 milhões

10 O senhor dos anéis: As duas torres (Peter Jackson/2001)
US$921 milhões

FONTE: Internet Movie Database (IMDb)

 

Hoje é último dia para 'adotar' carta no projeto Papai Noel dos Correios

Redação CORREIO

Esta quinta-feira (17) é o último dia para quem quiser "adotar" uma carta e fazer parte do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem se dirigir à agência dos Correios na Pituba, na Av. Paulo VI, das 9h às 17h. Ainda hoje, o Papai Noel fará a entrega simbólica dos presentes.

O projeto foi implementado formalmente em 1997, embora ações do tipo tenham sido registradas há mais de 20 anos na empresa, quando os carteiros não sabiam o que fazer com as centenas de cartas endereçadas ao Papai Noel. Os funcionários dos Correios então procuravam atender aos pedidos através da solidariedade dos colegas ou com o envolvimento da comunidade.

Uma das principais atividades do projeto é responder cada carta enviada, em nome do Papai Noel, contribuindo para preservar a magia do Natal entre as crianças.

O Papai Noel sairá, às 9h, da agência dos Correios da Pituba para fazer as entregas, que prosseguirão por todo o dia. Até o último balanço feito pela empresa, o projeto havia recebido mais de 27 mil cartas e cerca de 3.800 foram adotadas.

(Notícia publicada na edição impressa do dia 17/12/2009 do JORNAL CORREIO DA BAHIA)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

As manhãs são mais produtivas que as tardes

Pensou em agendar uma reunião importante na segunda-feira pela manhã ou na tarde de sexta-feira? Esqueça. Um estudo feito pela Randstad na Espanha – mas me parece que os resultados aqui seriam semelhantes - mostra que esses são os horários menos produtivos da semana. O resultado do levantamento indica que a produtividade semanal é marcada por uma curva ascendente do começo da semana até a manhã de quarta-feira e outra descendente de quinta até domingo à tarde. Continue Lendo →

Bom atendimento é mais importante do que qualidade

Varejo
Bom atendimento é mais importante do que qualidade
Estudo mostra que 61% dos consumidores afirmam que ser bem atendido é o fator principal quando consomem, 26% se preocupam primeiro com a qualidade, 24% compram de acordo com a imagem da empresa no mercado e apenas 12% acham o preço importante.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Avatar - o filme

Em 1984 chega as telas “O Exterminador do Futuro”, um filme de James Cameron lançou que marcou época e apresentou uma nova forma de filme de ação. Sete anos depois, Cameron revolucionou os efeitos especiais com “O Exterminador do Futuro 2”: os efeitos realizados com o T-1000 eram fascinantes. E há doze anos, em 1977, lançou “Titanic”, que quebrou todos os recordes do cinema mundial, e foi até agora um dos mais caros filmes, mas também o de maior bilheteria, vencedor de onze Oscars.


E desde então Cameron vem aplicando dinheiro e tecnologia para produzir aquele que pretende ser mais um marco na história do cinema: “Avatar”. Com orçamento não divulgado más que estima-se ter atingido a astronômica cifra de 500 milhões de dólares, a mais cara produção da história do cinema mundial, filmado todo em 3D, ou seja, captando as imagens e digitalizando-as automaticamente, podendo fazer diretamente a interação entre efeitos especiais e atores.
Cameron disse o seguinte: “(a filmagem em 3D) é a forma de criação pura em que se você quiser mover uma árvore ou uma montanha ou o céu ou mudar o tempo do dia, você tem completo controle sobre os elementos.”
O filme terá toda uma linha de brinquedos da Mattel e um game criado pela Ubisoft. Todos estarão integrados, tendo Cameron utilizado alguns designs da Ubisoft em seu filme. O elenco conta com nomes como Sigourney Weaver, Sam Worthington e Zoe Saldaña.



Sinopse
No épico de ação e aventura AVATAR, James Cameron, diretor de Titanic, nos leva a um mundo espetacular, além da nossa imaginação. Na distante lua Pandora, um herói relutante embarca em uma jornada de redenção e descoberta, liderando uma batalha heróica para salvar a civilização. O filme foi idealizado por Cameron há 14 anos, quando ainda não existiam meios para concretizar suas ideias. Agora, após quatro anos do trabalho de produção real, AVATAR nos proporciona uma inovadora experiência de imersão total no cinema, em que a tecnologia revolucionária que foi inventada para realizar o filme se dilui na emoção dos personagens e na história arrebatadora.


Fontes: sites Wikipedia e Megacontador.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

PRF ganha Prêmio Direitos Humanos 2009

O Departamento de Polícia Rodoviária Federal foi agraciado pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República com o Prêmio Direitos Humanos 2009. O DPRF recebeu o prêmio na Categoria Segurança Pública.

Outras 15 entidades, instituições e pessoas físicas também foram premiadas em suas categorias.


O Prêmio Direitos Humanos é uma honraria concedida desde 1995 pelo governo brasileiro a pessoas, entidades públicas e entidades da sociedade civil que se destacaram na defesa, promoção e no combate às violações dos Direitos Humanos. Este é o primeiro ano em que a categoria Segurança Pública é premiada e logo na primeira edição a PRF foi escolhida.


O Coordenador Geral de Educação em Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Erasto Fortes Mendonça, afirma que o trabalho dos Policiais Rodoviários Federais no Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o combate ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas credenciam a instituição a receber o prêmio.


Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, Gilson Dias da Silva, a premiação reconhece o trabalho competente desenvolvido pelos policiais. "A Polícia Rodoviária Federal é uma instituição cidadã voltada ao combate ao crime e à prestação de serviços à sociedade brasileira e isso por só credencia nossa polícia a receber este prêmio".


A entrega do o Prêmio Direitos Humanos 2009 acontece no dia 15 de dezembro no Itamaraty em Brasília. O DPRF receberá a honraria das mãos do presidente Luís Inácio Lula da Silva.


FenaPRF

Carta de um policial a um bandido

Qua, 25 de Novembro de 2009 18:22

Senhor Bandido,


Esse termo de senhor que estou usando é para evitar que macule sua imagem ao lhe chamar de bandido, marginal, delinquente ou outro atributo que possa ferir sua dignidade, conforme orientações de entidades de defesa dos Direitos Humanos.

Durante vinte e quatro anos de atividade policial tenho acompanhado suas "conquistas" quanto a preservação de seus direitos, pois os cidadãos e especialmente nós policiais estamos atrelados as suas vitórias, ou seja, quanto mais direito você adquire, maior é nossa obrigação de lhe dar segurança e de lhe encaminhar para um julgamento justo, apesar de muitas vezes você não dar esse direito as suas vítimas. Todavia, não cabe a mim contrariar a lei, pois ensinaram-me que o Direito Penal é a ciência que protege o criminoso, assim como o Direito do Trabalho protege o trabalhador, e assim por diante.

Questiono que hoje em dia você tem mais atenção do que muitos cidadãos e policiais. Antigamente você se escondia quando avistava um carro da polícia; hoje, você atira porque sabe que numa troca de tiros o policial sempre será irresponsável em revidar. Não existe bala perdida, pois a mesma sempre é encontrada na arma de um policial ou, pelo menos, sua arma é a primeira a ser suspeita.

Sei que você é um pobre coitado. Quando encarcerado reclama que não possuímos dependência digna para você se ressocializar. Porém, quero que saiba que construímos mais penitenciárias do que escolas ou espaço social, ou seja, gastamos mais dinheiro para você voltar ao seio da sociedade de forma digna do que com a segurança pública para que a sociedade possa viver com dignidade.

Quando você mantém um refém, são tantas suas exigências que deixam qualquer grevista envergonhado. Presença de advogados, imprensa, colete a prova de balas, parentes, até juízes e promotores você consegue que saiam de seus gabinetes para protegê-los. Mas, se isso é seu direito, vamos respeitá-lo.

Enfim, espero que seus direitos de marginal não se ampliem, pois nossa obrigação também aumentará. Precisamos nos proteger. Ter nossos direitos, não de lhe matar, mas sim de viver sem medo de ser um policial.


Dois colegas de vocês morreram, assim como dois de nossos policiais sucumbiram devido ao excesso de proteção aos seus direitos. Rogo para que o inquérito policial instaurado, o qual certamente será acompanhado por um membro do Ministério Público e outro da Ordem dos Advogados do Brasil, não seja encerrado com a conclusão de que houve execução, ou melhor, violação aos Direitos Humanos, afinal, vocês morreram em pleno exercício de seus direitos.

 

Wilson Ronaldo Monteiro

Delegado da Policia Civil do Pará

 Artigo retirado do jornal "Página de Polícia"

Receita libera último lote hoje
Notícias - Ocorrências
  
Ter, 08 de Dezembro de 2009

A Receita Federal abrirá, a partir das 9h de hoje, a consulta ao último lote de restituições do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física, ano calendário 2009/2008. O dinheiro deverá estar à disposição para saque do contribuinte na próxima terça-feira, dia 15.

Têm direito a receber devolução 1.935.308 pessoas, de um total de R$ 2,407 bilhões a serem pagos. O dinheiro será corrigido pela taxa Selic correspondente ao período entre maio e dezembro deste ano, totalizando um juro de 6,05%.


Este será o maior lote de restituições pago em toda a história pelo Fisco. Antes, o maior valor pago com esse tipo de despesa correspondeu ao lote de novembro, que totalizou devoluções de R$ 1,96 bilhão. Quem não estiver neste último lote e não tiver figurado em uma das seis devoluções pagas pela Receita neste ano está, automaticamente, na malha fina. A consulta ao lote pode ser feita pelo site www.receita.fazenda.gov.br ou pelo telefone 146. Basta informar o número do CPF.


O pagamento de altas parcelas pela Receita se deve ao fato de o Fisco ter atrasado, meses atrás, devoluções de imposto devido. À época, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, justificou a medida para restabelecer o caixa do governo, uma vez que a crise havia derrubado a arrecadação federal. Por ordem do presidente Lula, que viu a medida como extremamente impopular em um ano de véspera de eleições, o Fisco foi obrigado a acelerar o processo de pagamento de restituições para que conseguisse cumprir o cronograma.


Este último lote pago pela Receita consta também devoluções de imposto de 6.085 contribuintes que entregaram declaração em formulário com imposto a restituir. Com isso, o valor conjunto de devoluções pagas em dezembro sobe para R$ 2,5 bilhões. Do lote de dezembro, segundo informou a Receita, 33.439 contribuintes são idosos, que têm preferência a receber a restituição. O total devido a essas pessoas é de R$ 74,811 milhões.


O número

R$ 2,4 bilhões

Montante que a Receita usará para fazer a restituição a 1,9 milhão de contribuintes


Fonte: Correio Braziliense

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

20 anos sem Raul

Origem: Wikipedia


20 anos sem Raul Seixas

Raul Seixas, o "Maluco Beleza". Cantor e compositor, nasceu em Salvador no dia 28 de junho de 1945 e morreu em São Paulo a exatamente 20 anos, 21 de agosto de 1989.

No ano de 1973, Raul conseguiu um grande e estrondoso sucesso com a música "Ouro de Tolo", uma música com letra quase autobiográfica, mas também um deboche com a Ditadura e o Milagre econômico.

No mesmo ano foi contratado pela Philips (atual Universal Music), onde gravou o LP Krig-Ha, Bandolo, com o qual Raul finalmente alcançou o sucesso, estabelecendo a parceria com o hoje escritor Paulo Coelho e lançando músicas que viraram grandes HITS e clássicos, como: Metamorfose Ambulante, Mosca na Sopa, Ouro de Tolo, Al Capone, e etc. O Krig-Ha Bandolo seria desde então uma grande referência da Obra de Raul.

domingo, 16 de agosto de 2009

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Web Rádio Axé

Web Rádio Axé Web Rádio Axé Web Rádio Axé Web Rádio Axé

Web Rádio Axé

Link-me: copie e cole no seu site ou blog e mande-nos um e-mail com endereço de seu site.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Amigos



Amor e Romance para Latinos no Mundo Todo

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Servidores fantasmas estão na mira da Polícia Federal

Operação  Justa Causa, foi iniciada pela Polícia Fedral de Porto Seguro no sul baiano, com o objetivo de investigar a contratação irregular de servidores 'fantasmas' no município, no período de 2006 a 2008 e teve início depois de denúncia formulada  pelo   Procurador Geral do Município, Glauco Tourinho, em outubro do ano passado,  que suspeitou  de que ex-funcionários estariam desviando dinheiro público através da inclusão de servidores fantasmas na folha de pagamento. 
 

Argentina já registra mais de 700 mil casos da gripe H1N1

Ministério da Saúde da Argentina informou, nesta quarta-feira, que o país já soma 709.321 casos de gripe suína.         
 
A doença já causou a morte de 337 pessoas na Argentina desde o registro do primeiro caso, no dia 17 de maio, até o último dia 1º de agosto. Os dados foram confirmados pelo ministro da Saúde argentino, Juan Manzur e indicam indicam que ocorreram 762.711 casos de gripe no país. Segundo Manzur e o vice-ministro da Saúde, Máximo Diosque, deste total, 93% seriam casos da Influenza A.         

 

Curtas

Faltam professores nas escolas estaduais de Salvador e Feira de Santana.
A Direc disse que contratará estagiários para trabalharem nos lugares de professores formados.

----------------------

Moradores do bairro Santa Mõnica II interditaram a BR 324 (Avenida Contorno) com queima de pneus reinvidicando
a volta dos quebra-molas nas imediações daquele bairro.  Segundo os moradores os acidentes nesse local são frequentes.

-----------------------
 
Em Alagoinhas o trânsito estará a partir de hoje sob cuidados de prepostos da prefeitura municipal e contará com 18 agentes para diminuir o número de acidentes que já somam 200 este ano com 180 feridos.

Sarney disse que não sai

Com o apoio do Palácio do Planalto e boa parte do congresso, o presidente do Senado já disse que não sai, porque isso é uma armação contra ele. Disse hoje em discurso no plenário que não renunciará ao cargo e vai cumprir seu mandato iniciado este ano e que vai até o fim de 2011. "Todos aqui somos iguaisNenhum senador é maior que outro e por isso não pode exigir de mim que cumpra sua vontade política de renunciar", afirmou. Disse também nunca ter cometido um ato que desabone sua história política.

Ladrões usam tecnologia para roubar clonar cartões de passes eletrônicos usados em ônibus e metrôs.

Chegará o tempo em que os ladrões deixarão de lado as armas de fogo, do tipo revólveres, pistolas, espingardas de calibre 12, e "assaltarão" de cara limpa e mãos nos bolsos? Pois bem, pois bem, esse tempo está bem próximo, senhores e senhoras internautas. Conheça a técnica novíssima, que a gatunagem estará usando em breve para clonar cartões de passes eletrônicos usados no pagamento de passagens de ônibus e metrôs. Sabendo que a tecnologia usada na confecção dos citados cartões é ultrapassada, péssima, diríamos, os "crakers" (e não os hakers) já estão usando umas engenhocas modernas que precisam apenas de 3 minutos encostado à vítima para surrupiarem os dados magnéticos dos cartões e passados para computadores o golpe estará pronto.

Olha como anda o mundo: já estão vendendo as máquinas por US$500,00 que, com pequenos ajustes ficam "no ponto" para a ação gatuneira. Calma pessoal, por enquanto o dispositivo gatunesco está em desenvolvimento em uma universidade da Holanda, para mostrar como é fácil o golpe e mostra aos fabricantes dos cartões que deverão modificá-los. Um lembrete para voces, não facilite com a gripe H1N1. Fique longe de quem está espirrando, cuidados com pessoas que vieram recentemente do México, Estados Unidos, Chile, Peru, Argentinaaaaaaaa, e principalmente da Europa. A gripe vem também de lá. E a maquina maldita que vai levar seus créditos também. Já imaginou voce encostado a uma loura fantástica que está te dando bola e 3 minutos depois voce vai pagar a passagem e descobre que o cartão "furou"? A forma utilizada é com ondas de rádio, e para dificultar a clonagem dos cartões, voce deverá carregar o seu em uma capa ou estojo metálico.

domingo, 26 de julho de 2009

Cidade Digital gera conhecimento e renda

Expectativa com a implantação do programa promovido pelo Governo Municipal

Acesso ao conhecimento através da inclusão digital e geração de renda com convênios de suporte com as lan houses. Estes são dois dos principais aspectos que já estão gerando expectativa com a implantação do programa Cidade Digital, promovido pelo Governo Municipal de Feira de Santana visando o acesso gratuito à Internet em qualquer canto da cidade.

Ainda em fase experimental, o programa se consolida nos próximos dias, quando o domínio de registro na Internet deverá ser liberado pela Fundação de Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Na Internet, o domínio solicitado, para confirmação em 48 horas, prazo que se expira nesta sexta-feira (24), é  www.feiradesantanacidadedigital.com.br e www.feiracd.com.br

Enquanto isso, a Prefeitura continua expandindo a rede pela cidade, com o sinal já chegando aos bairros Feira X, Muchila, Rua Nova, Jomafa, Conjunto Luiz Eduardo Magalhães e a praça de alimentação Gilson Pereira, na avenida Getúlio Vargas.

Para os usuários da Internet, principalmente quem não dispõe do serviço em casa em função dos altos custos para acesso, a oferta do sinal gratuito pela Prefeitura vem modificar definitivamente o perfil da clientela. "A iniciativa do governo vem socializar a informação, dando às pessoas de menor poder aquisitivo o acesso ao conhecimento através da internet", ressalta a estudante de economia Egla Ray, residente na rua A, número 1, Conjunto Feira X, primeira comunidade a desfrutar do benefício, em fase de implantação este mês.

A mesma opinião é da estudante Ligiane Costa Santos, freqüentadora assídua de lan houses. "A Internet, hoje, é uma ferramenta imprescindível para os estudos, para realização de pesquisas. Só que muitas pessoas que usam as lan houses limitam o tempo de uso do equipamento em função dos altos custos. Agora a situação deverá mudar bastante, além da internet passar a ser um recurso de lazer mais freqüente para todos", frisou.

O programa Cidade Digital gera expectativas até mesmo para quem vive de lan house. Viviane da Costa Soares, funcionária da Via Direta Internet, aposta em maior aquecimento do setor a partir da liberação oficial da Internet da Prefeitura. Isto porque a empresa onde trabalha poderá optar por prestar o serviço gratuito à comunidade, através de convênio com o Município.

A contratação de lan houses espalhadas pela cidade ainda está em fase de definição pela Procuradoria Geral do Município visando buscar uma forma de contrato entre a administração municipal e estas empresas de forma a beneficiar um maior número possível de populares.

Já o acesso à Internet nas comunidades onde o sinal está entrando em funcionamento é simples. Basta a pessoa que desejar o serviço comprar uma antena para internet em uma loja de eletrônicos, instalar o equipamento e direciona-lo para a antena distribuidora da Prefeitura em seu respectivo bairro. Automaticamente aparecerá a página de domínio da Prefeitura. Até o momento o acesso é direto, mas a partir do registro do domínio as pessoas terão que se cadastrar pela própria Internet. Tudo de forma gratuita.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Confira as principais propostas aprovadas sobre consumidor

Especial - 20/07/2009  
 
O cadastro positivo foi aprovado pela Câmara no primeiro semestre. De acordo com as regras, para ter as informações sobre seus pagamentos inseridas no banco de dados, o cadastrado precisará autorizar por escrito a abertura do cadastro. A matéria está em análise pelo Senado.

Segundo o texto aprovado - um substitutivo do deputado Maurício Rands (PT-PE) ao Projeto de Lei 836/03, do deputado Bernardo Ariston (PMDB-RJ) -, o cadastrado poderá proibir os gestores de fornecerem seu histórico positivo e determinar o cancelamento do cadastro a qualquer tempo, desde que não haja operação de crédito com pagamento pendente.

Para serem incluídas informações sobre inadimplência, o gestor do banco de dados deverá informar o devedor por meio de correspondência com aviso de recebimento e detalhes como identificação completa de quem pediu a inclusão do devedor no cadastro; valor e telefones para contato.

Dívidas ou parcelas de até R$ 60 (sem contar multas e outros encargos) não serão incluídas nos registros de inadimplência.

Recibos
A CCJ aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 2040/03, do deputado Walter Pinheiro (PT-BA), que dá prazo de dois anos para fornecedores de serviços essenciais cobrarem dívidas do consumidor ou exigirem comprovante de pagamento ou fatura do serviço. Atualmente, esse prazo é de cinco anos. O projeto seguiu para o Senado.

Reportagem - Eduardo Piovesan e Rodrigo Bittar
Edição - Patricia Roedel

Câmara aprova 332 propostas no primeiro semestre

Câmara aprova 332 propostas no primeiro semestre
O fim do prazo para pedir divórcio, a minirreforma eleitoral, a merenda escolar para alunos do ensino médio e a instalação obrigatória de airbags em automóveis são exemplos entre as 332 propostas aprovadas pela Câmara no primeiro semestre de 2009. Algumas delas, inclusive, já viraram lei.

De todas, 214 foram aprovadas pelo Plenário. Outras 118 foram aprovadas em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) - ou seja, não precisaram passar pelo Plenário para ir ao Senado (a não ser que houvesse recurso de 10% dos deputados para que o Plenário vote a matéria). Além desses projetos, os deputados que integram a comissão aprovaram 369 concessões de radiodifusão.

São exemplos de propostas aprovadas conclusivamente pela CCJ a que transfere os feriados para uma sexta-feira próxima; a que reserva cotas para deficientes no ensino público; e a que substitui a multa por advertência por escrito ao motorista que tiver cometido infração leve.

Segundo semestre
O presidente da Câmara, Michel Temer, defende que no segundo semestre prossigam os debates sobre a reforma política. Sua sugestão é que se adote no País o voto majoritário para a eleição de deputados federais (utilizado no Brasil no início do Império e no início da República). Assim, no caso do estado de São Paulo, seriam eleitos os 70 candidatos mais votados, independentemente de quantos votos seus partidos tiveram ou se os partidos atingiram uma votação mínima (quociente eleitoral).

"Acho que esse seria a forma mais clara para o eleitor. É a forma que o povo consegue entender. Os mais votados são os eleitos", defende. Para Temer, o voto distrital poderia ser testado nnas eleições para vereadores de municípios com mais de 100 ou 200 mil habitantes e nas disputas para deputados estaduais.
Reportagem - Eduardo Piovesan e Rodrigo Bittar
Edição - Patricia Roedel

Após limpar a pauta, Senado ficará de recesso até 3 de agosto

17/07/2009
 
[Foto: ]

Depois de ter limpado a pauta, votando na semana mais de 30 projetos e a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2010, o Senado começa neste sábado (18) o seu recesso de meio de ano. Os trabalhos só serão retomados no dia 3 de agosto e, no dia seguinte, os senadores farão as primeiras discussões e votações de projetos, tanto no Plenário quanto nas comissões.

Logo na primeira semana de agosto, os senadores também voltarão a dois assuntos que vão mobilizar o Senado - a CPI da Petrobras e o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. O presidente do conselho, senador Paulo Duque (PMDB-RJ), já convocou reunião para a tarde do dia 5 de agosto, uma quarta-feira, quando deverá informar se aceita ou não três denúncias contra o presidente o Senado, José Sarney (PMDB-AP), apresentadas pelo senador Arthur Virgílio (PSDB-AM).

As denúncias se referem a desvio de verbas da Fundação José Sarney, a empréstimos consignados concedidos a servidores do Senado com a interveniência de uma empresa do neto do presidente da Casa e a declarações de Sarney em Plenário sobre sua participação na fundação. O presidente do Conselho de Ética deverá se manifestar ainda sobre duas representações do PSOL contra Sarney e o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), por conta dos chamados atos secretos do Senado.

Já a CPI da Petrobras foi convocada para o dia 6 de agosto, quinta-feira, quando o seu relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR), apresentará uma proposta de trabalho e devem ser colocados em votação os primeiros requerimentos já protocolados pelos senadores, todos convocando pessoas para depoimentos. A CPI do Senado estenderá seus trabalhos até o início do próximo ano.

O recesso do Congresso nos últimos 15 dias de julho é previsto na Constituição, mas só ocorre se os parlamentares votarem a Lei de Diretrizes Orçamentárias, o que este ano se deu no dia 15 deste mês. Enquanto a LDO não é votada, os trabalhos do Congresso continuam abertos. Afinal, como o próprio nome indica, esta lei orienta o Executivo na elaboração do orçamento federal do ano seguinte, o qual tem ser entregue ao Parlamento até 30 de agosto.

Da Redação / Agência Senado

Finanças rejeita participação popular obrigatória em orçamentos

Aconteceu - 20/07/2009  
Luiz Alves
Guilherme Campos: imposição poderia gerar "populismo fiscal".
A Comissão de Finanças e Tributação rejeitou na quarta-feira (15) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 22/07, do deputado José Linhares (PP-CE), que institui a obrigatoriedade de participação popular na elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) no âmbito da União, dos estados, dos municípios e do Distrito Federal.

O relator da proposta, deputado Guilherme Campos (DEM-SP), argumentou que, caso essa imposição fosse colocada em prática, poderia ocorrer "uma espécie de populismo fiscal". Os governantes se veriam obrigados, segundo ele, a estipular metas irrealizáveis para responder aos anseios da população, mesmo legítimos, mas impossíveis de serem atendidos sem um grande aumento da carga tributária.

"A participação popular na elaboração dos orçamentos deve ser incentivada e aplaudida, mas não é razoável dar na lei caráter obrigatório a uma atividade cuja natureza é intrinsecamente autônoma, política e voluntária", disse.

Campos frisou que os entes da federação já têm ampla liberdade para determinar o nível e a eficácia que querem atribuir à participação popular no orçamento. A própria Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) menciona, no seu artigo 48, a necessidade de amplo acesso público aos instrumentos de transparência na gestão fiscal, assim como audiências públicas durante o processo de elaboração e execução de planos, Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e orçamentos públicos. "A participação popular já é, assim, uma possibilidade concreta, ainda que não seja uma camisa-de-força", avaliou.

Tramitação
Antes de ir a Plenário, o projeto ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).


Reportagem - Marcello Larcher
Edição - João Pitella Junior

Morre ex-senador Gilberto Mestrinho, aos 81 anos


O ex-senador amazonense Gilberto Mestrinho faleceu neste domingo (20), aos 81 anos, no Hospital Prontocord, em Manaus, de insuficiência cardiorrespiratória. Ele está sendo velado no Palácio Rio Negro, antiga sede do governo do Amazonas. O enterro está previsto para a manhã de terça-feira (21).

Mestrinho foi senador entre 1999 e 2007, quando exerceu, por três anos consecutivos, a presidência da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). Ele começou sua carreira política em 1956, como prefeito de Manaus (AM), foi deputado federal e governou o Amazonas por três mandatos: de 1959 a 1963, de 1983 a 1987 e de 1991 a 1995.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretou luto oficial por três dias e divulgou nota de pesar afirmando que "a atuação ímpar de Mestrinho como senador, ao presidir por três vezes a Comissão Mista de Orçamento, deixou sua marca na história do Senado". Lula também destacou o papel de Mestrinho como líder político do Amazonas.

O prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, e o governador do Amazonas, Eduardo Braga, também decretaram luto oficial por três dias e divulgaram nota oficial destacando a atuação política de Gilberto Mestrinho no estado e no Brasil. O ex-senador deixa mulher, nove filhos e 20 netos.



Laura Fonseca / Agência Senado

Infrações leves poderão deixar de marcar pontos na carteira de motorista

20/07/2009
Infrações leves poderão deixar de marcar pontos na carteira de motorista

Aguarda recebimento de emendas na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), projeto de lei (PLS 327/09) de autoria do senador Expedito Júnior (PR-RO) que isenta de pontuação as infrações de trânsito de natureza leve. O projeto altera o artigo 259 da Lei 9.503/97 - o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Além de multas pecuniárias, o CTB prevê para motoristas a atribuição de pontos a cada infração cometida, variando de três, quatro, cinco ou sete pontos, conforme a gravidade das faltas incorridas. De acordo com o artigo 261 do CTB, tão logo atinja um total de 20 pontos em infrações cometidas ao longo de 12 meses, o motorista é punido com a suspensão do direito de dirigir.

Na justificativa de sua proposição, Expedito Júnior alerta para a necessidade de não se equiparar infrações gravíssimas, tais como dirigir alcoolizado ou avançar o sinal vermelho do semáforo, a pequenos deslizes sem repercussão na segurança dos demais usuários das vias, como por exemplo, estacionar o veículo afastado mais de 50 centímetros da guia da calçada ou buzinar emlocal proibido.

"Particularmente impactados pelo mecanismo [atual de contagem de pontos] são os motoristas profissionais. Como estão mais presentes nas vias e mais expostos às vicissitudes do trânsito e à fiscalização, cresce a probabilidade de que acumulem o total de pontos determinante da suspensão, ainda que sejam bons motoristas. Para eles, tal punição [por infrações leves] pode significar, além de todos os outros transtornos, a súbita eliminação da fonte de renda da qual provém o seu sustento", argumenta Expedito Júnior na justificação de seu projeto.

Laércio Franzon / Agência Senado

As 10 mais de época

Confira as dez principais notícias do dia 20 de julho

Confira as dez principais notícias do dia 20 de julho

Economia
1. Juros: expectativa de mais cortes

O mercado financeiro espera que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central faça mais um corte nos juros básicos nesta semana. Dos atuais 9,25%, a taxa Selic cairia para 8,75%, o que seria a última redução do ano, segundo os economistas ouvidos na pesquisa semanal Focus divulgada hoje. Confirmada a redução na quarta-feira, mais uma medida para conter os impactos da crise financeira na economia do país, a Selic volta ao nível mais baixo já registrado, informa o portal G1. No caso do Produto Interno Bruto (PIB), a previsão dos analistas se manteve. Segundo o relatório Focus, é esperada uma contração de 0,34%. Para 2010, a aposta é de um crescimento de 3,60%.

Saúde
2. Confirmadas mais quatro mortes por gripe no país

O governo do Rio Grande do Sul, que já tinha registrado sete mortes provocadas pelo vírus A (H1N1), confirmou ontem à noite mais quatro óbitos, elevando para 15 o número de casos fatais no país. No Estado, os municípios adotam ou estudam medidas radicais, como decreto de situação de emergência e cancelamento de eventos, informa o jornal Zero Hora. O anúncio de mais casos foi feito no mesmo dia em que a Folha de S.Paulo divulgou que, ao longo das próximas cinco a oito semanas, entre 35 milhões e 67 milhões de brasileiros podem ser atingidos pela pandemia de gripe. O próprio jornal trata de alertar que os números devem ser tratados com cautela. Embora a previsão conste de estudo publicado pelo Ministério da Saúde, foi feita em 2006 com base em um modelo matemático que usa o perfil de pandemias anteriores. Dados mencionados na reportagem foram reproduzidos aqui no portal da Época.

3. Mesmo com campanha, mais cesarianas
Apesar de campanhas do governo federal, a taxa de cesariana no país subiu de 79%, em 2004, para 84,5%, no ano passado. Os números, mencionados em reportagem escolhida para ser a manchete da edição de hoje do jornal Folha de S.Paulo (para assinantes), contrasta com a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), de limitar esse procedimento a 15% dos partos. No SUS (Sistema Único de Saúde), o índice de cesarianas, que é mais cara e acarreta mais riscos à mãe ao bebê, chegou a 31% no ano passado.

Educação
4. Apagão nas escolas

De um lado, o MEC (Ministério da Educação) financiou escolas técnicas, que deveriam oferecer cursos gratuitos, mas elas nem sequer saíram do papel ou viraram prédios vazios e faculdades privadas. De outro, levantamento mostra que, em cerca de 18 mil escolas do país, 500 mil alunos frequentam salas de aulas às escuras, já que não há energia nas unidades. No caso das escolas que não saíram do papel, segundo a Folha de S.Paulo (para assinantes), apenas uma de 98 instituições que receberam um total de R$ 257 milhões da União entre 1998 e 2007 cumpriu o que rezava o contrato firmado. Já a falta de energia atinge 1% dos estudantes, a maioria em zonas rurais, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

Política
5. Sarney: mais denúncias e o filósofo Sêneca

Ainda que de forma menos volumosa, surgem mais suspeitas contra a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A Folha de S.Paulo (para assinantes) cita inquérito aberto pela Polícia Federal para investigar sobrepreço de R$ 17 milhões na ampliação do aeroporto de Macapá, obra que Sarney trabalhou para viabilizar. Além disso, revela repasse de verba da Eletrobrás feito por associação ligada aos Sarney. Na sexta-feira, o parlamentar fez um balanço de seis meses no comando do Senado. E incluiu sua defesa em um discurso que lista 40 medidas que ele teria tomado "para a modernização do funcionamento e o saneamento dos graves problemas de natureza ética e legal" da Casa. Pela ótica do senador, tudo não passa de uma campanha pessoal contra ele, arquitetada pela imprensa. O discurso, com exatas 2.711 palavras e ouvida por apenas 5 dos 81 senadores, termina com uma citação do filósofo Lúcio Aneu Sêneca (4 a.C-65 d.C). "Sêneca dizia que as grandes injustiças só podem ser combatidas com o silêncio, a paciência e o tempo", diz a íntegra do discurso reproduzida pelo portal do jornal o Estado de S.Paulo.

6. Tarso Genro queima a largada
Apesar da orientação do comando nacional do PT de não antecipar o calendário das eleições estaduais de 2010, a pré-candidatura do ministro da Justiça, Tarso Genro, ao governo do Rio Grande do Sul foi lançada ontem, após encontro estadual do partido em Porto Alegre. Também ficou decidido que a legenda não procurará o PMDB para uma aliança local. A decisão desagrada setores do PT nacional, que temem melindre dos peemedebistas gaúchos com a candidatura de Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência. Pela decisão de ontem, a preferência no Rio Grande do Sul será por uma composição com partidos que integram a antiga Frente Popular (PC do B e PSB), além do PDT. As candidaturas de ministros nas próximas eleições, aliás, foi tema de reportagem na Folha de S.Paulo de ontem. Nas contas do jornal, pelo menos 17 ministros devem deixar o governo até abril. A contabilidade inclui Henrique Meirelles, presidente do Banco Central.

Mundo
7. Honduras: fracasso e ameaça de insurreição

Manuel Zelaya, presidente deposto de Honduras, disse hoje que considera "esgotado" o diálogo para resolver a crise no país, afirmou que iniciará uma "insurreição" e pediu à comunidade internacional para "endurecer as medidas" contra o governo interino, informou o portal do jornal o Estado de S. Paulo. No fim de semana, fracassaram as reuniões travadas na Costa Risca entre as delegações do governo de Roberto Micheletti e do presidente deposto. Um dos pontos que azedou a chance de acordo foi uma entrevista dada por Zelaya ao jornal Folha de S.Paulo (para assinantes). Na entrevista, ele diz que pretende seguir com seu plano de realizar uma consulta popular para incluir na Constituição do país a possibilidade de reeleição, motivo do golpe de Estado. A delegação de Micheletti viu má fé na declaração, já que, entre as delegações, no acordo que vinha sendo costurado não constava a realização do referendo. Citando a Reuters, o portal UOL diz que Zelaya pretende voltar ao país no próximo fim de semana. Observadores receiam que manifestações que estão sendo preparadas para recebê-lo terminem em sangue.

8. Financiamento das Farc
O governo da Colômbia encaminhou ontem à OEA (Organização do Estados Americanos) vídeo em que um dos líderes da Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) afirma que a guerrilha fez doações para a campanha de Rafael Correa à Presidência do Equador. Segundo o diário El Universo, o governo colombiano busca "investigações pertinentes" sobre as imagens. O vídeo, divulgado no final da semana pela Associated Press, põe mais fogo na crise diplomática entre os governos de Álvaro Uribe e Correa. As relações foram estremecidas após um ataque de Bogotá a um acampamento da guerrilha colombiana em solo equatoriano, em 2008. Correa nega relações com as Farc. No Equador, o caso será investigado pelo Ministério Público e por uma comissão independente.

9. Vídeo talibã
Os Estados Unidos apontam violação das leis internacionais na divulgação de um vídeo, pelo Talibã , de um soldado americano capturado no Afeganistão. É o primeiro caso de captura pelos talibãs desde 2001, início da intervenção internacional no país. Bowe Bergdah, de 23 anos, foi feito refém após ficar para trás durante uma patrulha. Nas imagens divulgadas, o soldado, que teve a cabeça raspada e veste roupa típica afegã, se emociona ao falar da família e da namorada. "Nós estamos tentando fazer tudo que for possível para localizá-lo e libertá-lo", disse a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, em uma entrevista nesta segunda-feira, informa O Globo Online.

Trânsito
10. Celular e volante

Os jornais O Estado de S. Paulo e The New York Times trouxeram em suas edições do fim de semana reportagens sobre o uso de celular ao volante. No Brasil, a questão envolve a possibilidade de a infração passar a ser considerada gravíssima, contando sete pontos na carteira de habilitação, em vez dos quatro atuais. Além disso, segundo estuda o governo, o valor da multa subiria 270%, de R$ 85,13 para R$ 315. No NYT,uma pesquisa citada aponta que um bate-papo descontraído ao volante significa chances quatro vezes maiores de o motorista causar um acidente, em relação a quem está atento somente ao trânsito. O portal do jornal na internet também lançou um debate sobre o assunto, com a opinião de especialistas. A pergunta central questiona se a mistura celular e volante não deve ser considerada ilegal em todo o território americano.

Por João Carlos Silva -  O Filtro

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Medo de voar

"O MEDO DE VOAR É IRRACIONAL" Entrevista com Robert Wolfger, psicólogo e psicanalista austríaco - Revista Época, 8 de junho de 2009.

"Apesar da tendencia de queda das mortes em desastres aéreos, o número de pessoas que temem viajar de avião está crescendo no mundo.

Um trecho da entrevista:

Época -  O medo de voar tende a aumenmtar após o acidente da Air France?

Robert Wolfger - Pessoas que perderam parentes ou amigos no acidente ou que viveram situações que lembram a tragédia, como estar num avião em zona de turbulência, devem ser as mais afetadas. Aquelas que não perderam ninguém ou não passaram por cincunstâncias que considerem inseguras começarão a associar esse acidente às grandes catástrofes naturais em cerca de três semanas. E o medo ficará para trás. O avião é o meio de transporte mais seguro do mundo.

... pesquisas mostram que 40% e 60% por cento das pessoas têm medo de voar. Más as estatísticas revelam que ocorrem, em média, quatro acidentes para cada 10 milhões de voos de aeronaves de grande porte... Uma pessoa teria que voar 3.400 anos para se tornar uma vítima.  Os acidentes aéreos matam 800 pessoas por ano...os acidentes automobilísticos matam 40 mil pessoa só na europa todos os anos.

Neste momento 400 mil pessoas estão voando... um avião a 10 mil metros de altura é o lugar mais seguro do planeta...menos de 10% por cento dos acidentes ocorrem quando o avião está em cruzeiro".

Abaixo um trecho da página principal do site Medo de Avião

O medo de voar prejudica a vida social, pessoal, profissional e ainda traz uma série de constrangimentos. Mas pode perfeitamente ser superado melhorando a qualidade de vida.

Medo de Voar é uma fobia específica que atinge mais de 40% dos brasileiros e que pode se manifestar em diferentes níveis, do mais ameno, nas pessoas que utilizam o transporte aéreo com receio, sendo última opção, ao mais extremo, nas pessoas que não o utilizam nunca por já se sentirem desesperadas ao se imaginarem entrando num avião.

Embora seja de conhecimento comum que o avião é um dos meios de transporte mais seguros que existem, onde estatísticas mostram que para cada 1,32 milhão de passageiros de avião, um poderá morrer em acidente aéreo, enquanto mais de 265 poderão morrer indo para ou vindo do aeroporto, para quase metade da população brasileira voar é algo assustador.

O sofrimento gerado pelo medo de voar é intenso e pode provocar uma cadeia de reações ruins – pensamento recorrente, crises emocionais e reações físicas (palpitações, sudorese, tremores, desconforto abdominal, falta de ar, náusea, desconforto no peito, vertigem, etc.).

Algumas pessoas acabam recusando empregos por temer viajar de avião, outras utilizam o efeito do álcool e ou tranqüilizantes para "enfrentar" a viagem. O medo de voar pode não estar relacionado a um único aspecto, pode incluir o medo de acidente, o de ficar fechado, o de altura, o da instabilidade e o da perda de controle.

Essa fobia, além de gerar constrangimentos às pessoas, pode prejudicar também suas vidas social e profissional.

Com o desenvolvimento das técnicas da Psicologia Comportamental e Cognitiva para o tratamento desse tipo de fobia e de outras correlatas, a cura do medo de voar passou a ser atingida com um alto índice de sucesso, acima dos 90%, sendo atualmente a melhor alternativa para quem pretende se livrar da aversão exagerada de voar. http://www.medodeaviao.com.br/default/default.asp

----------

Outra matéria sobre o MEDO DE VOAR

Você tem medo de voar de avião? Grande parte das pessoas tem medo de voar. Em 1996, com o aumento do número dos acidentes aéreos, as pessoas ficaram atemorizadas. No entanto, somente 1 em um milhão de pessoas morre de acidente de avião. Mesmo assim, quem não sente um friozinho na barriga na hora da decolagem ou do pouso?

   Há uma diferença entre o medo de voar e aquele medo desproporcional chamado de fobia. Na fobia, a pessoa evita o vôo ( vai de carro ou adia a viagem). Ou então, passa muito mal. Pode sentir náuseas, enjôos, tonturas e ansiedade dias antes do vôo. Algumas pessoas entram em pânico durante a viagem. A fobia é um medo paralisante que limita a vida da pessoa. Ela não consegue enfrentar o medo e prefere evitar a situação que o provoca. E nem sempre o medo de voar está associado aos acidentes aéreos. A pessoa, às vezes, sente medo de passar mal durante a viagem, morrer ou ter um ataque do coração. 

  O medo de voar é até considerado natural. O homem está acostumado a andar, ter os pés fincados no chão. Ele sabe que a probabilidade de morrer de acidente de carro é muito maior. Mesmo assim, o medo vem. Algumas pessoas conseguem conviver bem com este medo. Voam naturalmente e não paralisam suas atividades e nem as viagens. No entanto, a fobia limita a pessoa. Esta fobia pode estar associada à síndrome do pânico, à depressão ou então outras fobias como: claustrofobia(medo de espaços fechados) ou agorafobia( medo de espaços abertos). Dentro de um carro, a pessoa pode pedir ao motorista para diminuir a velocidade,  parar o carro, enfim ela detém certo controle sobre a viagem. Dentro do avião, não há está possibilidade. Não há como descer do avião, abrir a janelinha para respirar um arzinho, ou mesmo pedir para o piloto descer o avião. O medo de voar está associado ao receio de mudanças, de coisas novas e também o fato de não poder controlar sobre os acontecimentos.

 O medo de avião tem tratamento? Tem. Algumas companhias aéreas dispõe de psicólogos que fazem a dessensibilização. Existem vôos programados para tratar o medo de voar. Alguns profissionais da área da medicina ou psicologia fazem o tratamento com a terapia cognitiva e também a comportamental. Procure se informar a respeito. Nestas sessões , a pessoa começa a entender o motivo da sua fobia.

 Em alguns casos, a pessoa depois de tratada pode até sentir medo de avião, mas é trabalhada para enfrentar a situação e consegue administrar bem o seu medo. Causas inconscientes, problemas emocionais, podem também causar o medo de avião. Ou mesmo um trauma por causa de acidente. Algumas pessoas após enfrentar um acidente aéreo ou um vôo turbulento, podem desenvolver a fobia. 

Algumas dicas para você que tem medo de voar:

  •  Dias antes do vôo, poderá sentir um pouco de ansiedade. Evite ficar pensando muito no vôo. Melhore o estado de ânimo pensando na finalidade do vôo: férias, visita de parentes, seus negócios.

  • Se tiver dificuldade para dormir, dias antes da viagem, faça alguma técnica de relaxamento. O controle da respiração é o melhor hipnótico.

  • Visite o aeroporto e identifique o avião em que você vai viajar.

  • Chegue cedo no aeroporto. A pressa só vai aumentar seu nervosismo.

  • Aceite seu medo. Não o reprima. Na auto aceitação de si mesmo é que enfrentará o medo de voar.

  • Peça um lugar na frente do avião onde é mais quieto e suave.

  • Compre revistas ou livros para ler.

  • Quando estiver dentro do avião, procure se distrair conversando com alguém ou observando as pessoas.

  • Não fique prestando atenção aos sintomas desagradáveis que possa estar sentindo durante o vôo. Foque sua atenção na leitura, no filme que estiver assistindo ou numa conversa agradável.

  • Através da respiração, você poderá controlar ou mesmo amenizar a sensação de medo.

  • Respire profundamente na hora da decolagem. Solte os ombros.

  • Estique as pernas, movimente os pés. Tudo isso ajuda na amenização dos sintomas desagradáveis.

  • Que tal visitar a cabine do piloto, depois da decolagem?

  • Coma alguma coisa.

  • Cautela com o álcool. O álcool não vai resolver seu problema. Beba com moderação.

  • Se começar a sentir algum mal estar ou sensação desagradável mentalize: "Isso vai passar!"

  • Se essas dicas não resolverem, procure ajuda profissional.

http://www.spiner.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=473

Sandra Cecília é formada em Psicologia Clínica e já trabalhou com Psicoterapia, Aconselhamento e técnicas de Relaxamento durante mais de dez anos. Atualmente é taróloga e estudiosa dos oráculos. Ministra palestras sobre auto-ajuda, aconselhamento afetivo e espiritualidade.
Mais informações em seu site:
http://yineyang.sites.uol.com.br

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Lula em entrevista a Época

"Quem vier depois de mim vai pegar o país mais preparado"
Em entrevista exclusiva a ÉPOCA, o presidente da República fala de seu governo, de sua mãe, de Barack Obama, do sindicalismo, do tamanho do Estado - e do futuro do Brasil

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Cauã Reymond e Grazi Massafera desfilam no tapete vermelho do 62º Festival de Cannes

Mais populares

Com enxurrada de dólares, cotação volta aos R$ 2

Presidente do Banco Central alerta o mercado para euforia exagerada com câmbio. Com uma rapidez impressionante, o mercado de câmbio foi inundado por dólares nos últimos dias. A entrada de moeda americana no Brasil nas duas primeiras semanas de maio ultrapassou US$ 2 bilhões, revertendo de negativo para positivo o fluxo cambial no ano e fazendo com que a cotação do dólar voltasse para cerca de R$ 2. O Banco Central chegou a intervir, comprando mais de US$ 1 bilhão e evitando que a moeda recuasse abaixo de R$ 2.

O dólar vai continuar caindo

Por Cláudio Gradilone

A grande estrela dos últimos dias tem sido a Bolsa, que acumula uma alta de 8,3% em maio e de 36,5%. No entanto, o movimento futuro da bolsa deverá ser ditado por outra variável: o dólar.

Nesta quarta-feira, dia 20 de maio, o Banco Central (BC) voltou a intervir pesadamente no mercado. No fim do dia, conversas nas mesas de câmbio davam conta que o BC havia comprado cerca de um bilhão de dólares.

O motivo é simples: sem essa e outras intervenções pesadas do BC, a moeda americana teria caído abaixo de dois reais, com um pesado impacto psicológico sobre os investidores e sobre a economia brasileira. No momento de maior baixa do dia, o dólar chegou a cair mais de 2%, sendo cotado a 2,014 reais.

A Unilever sertaneja

Por Denise Carvalho   Revista EXAME

Seja qual for o critério adotado, a Região Nordeste detém hoje os melhores indicadores de expansão econômica do país. E, entre todos os sinais da efervescência na região, o que mais salta à vista é o crescimento do comércio varejista. Dos 12 estados brasileiros que registram expansão de vendas acima da média nacional, seis são do Nordeste, segundo dados do IBGE relativos ao mês de fevereiro. Quatro estados nordestinos - Maranhão, Piauí, Sergipe e Ceará - tiveram crescimento superior a 7%, o dobro do resto do país. Esse fenômeno, diretamente ligado ao aumento da renda, tem provocado mudanças no ambiente de negócios da região. Uma delas, já conhecida, é uma súbita afluência de multinacionais que procuram explorar todo o potencial da região.

Diniz e Huck deixam negócio

João Paulo Diniz, Luciano Huck, Pedro Paulo Diniz e Edsá Sampaio deixaram de ser sócios da Pousada Maravilha, localizada em Fernando de Noronha (PE). Em nota, João Paulo Diniz afirmou que a venda só ocorreu devido ao surgimento de uma boa oportunidade de negócio.

EXAME abre inscrições para especiais de 2009

Empresas já podem se cadastrar para M&M, Guia EXAME de Sustentabilidade e Pequenas e médias empresas que mais crescem.
As empresas de todo o Brasil já podem se cadastrar para participar das edições 2009 de MELHORES E MAIORES, do Guia EXAME de Sustentabilidade e da pesquisa Pequenas e médias empresas que mais crescem, realizada por EXAME PME. No Portal EXAME os interessados encontrarão os formulários para inscrição, as orientações para preenchimento, as metodologias utilizadas em cada publicação e os canais para esclarecimento de dúvidas.

O prazo para entrega das informações varia: ainda indefinido para o MELHORES E MAIORES, até 13 de junho para o Guia EXAME de Sustentabilidade e até 5 de junho
para a pesquisa Pequenas e médias empresas que mais crescem.